Quais os vinhos ideais para saborear na primavera e no verão?

No Brasil, falar em vinho remete a inverno e tempo frio, certo? Mas se você ainda não provou um vinho fresco, ideal para tomar na primavera ou no verão, aproveite esta oportunidade e confira nossas dicas sobre o assunto. Vinho é bebida para ser apreciada o ano todo! Além de saborear um bom vinho no calor, você também pode descobrir os pratos que mais harmonizam com cada bebida. Quem sabe não vale inventar uma desculpa para preparar aquele jantar ou happy hour especial? Só nos resta desejar saúde e bom apetite!

Vinhos de calor

Cada vinho tem o seu momento. E o tempo de calor é o momento para os vinhos rosés, brancos e espumantes brilharem.

Vinho Rosé

Os vinhos rosés são cada vez mais populares no verão da Europa, pois possuem taninos suaves. A cor rosada, exuberante, é resultado das poucas horas de passagem das cascas da uva em contato com o mosto (sumo das uvas que ainda não foram fermentadas). Pode ser servido a uma temperatura de 12 a 14°C. Vale deixar a garrafa na geladeira por uma hora antes de servir a bebida. Seu frescor originário da Provence, no Sul da França, harmoniza com o clima ensolarado e quente e com pratos de frutos de mar, peixes, saladas e legumes.

Vinho branco

Os vinhos brancos ideia para serem consumidos na primavera e no verão são os com menor teor alcoólico e menos acidez – consequentemente, mais leves. Sauvignon Blanc, Chardonnay e Riesling estão nessa lista. Refrescantes e leves, também harmonizam melhor com pratos de peixe e frutos do mar. Sirva-os em temperatura mais baixa, entre 10 e 12°C.

Vinho espumante

Aqui também o Chardonnay e os blancs são os mais leves. Há quem não dispense o brut. E as borbulhas parece que nasceram para harmonizar com o verão, o sol, a praia. Os espumantes devem ser servidos a baixíssimas temperaturas, algo em torno de 6ºC a 8ºC, já que o gás carbônico é liberado mais rápido no calor, esvaindo as bolinhas. Espumantes doces, como Moscatel e Demi-sec, podem ficar entre 4ºC e 6º. Os espumantes são, praticamente, os curingas na hora da harmonização, caindo bem como acompanhamentos de pratos diversos, como carnes vermelhas e saladas.

Tinto também pode!

Há quem não abandone o vinho tinto por nada. Nem no maior calorão. E não há problema algum nessa fidelidade! O melhor é apostar em um menos encorpado, como Gamay, Cabernet Franc e Pinot, que carregam aromas frutais singelos. Devem ser servidos abaixo de 18ºC – bem diferente do recomendado para os tintos fortes no inverno. Como estamos falando de primavera e verão, vai bem harmonizar os tintos com carnes brancas leves e queijos leves.

Não esqueça as taças!

As diferentes taças existem para valorizar os diferentes tipos de vinhos e suas características específicas. Os brancos e rosés caem melhor em taças menores. Já os tintos, como carregam aromas mais complexos, devem ser servidos em taças maiores, para melhor apreciação de suas características. Quer simplificar? Use uma taça grande, como a Bordeaux, para tintos, brancos e rosés. Da específica para espumante, comprida ou larga, você não escapa – as de corpo longo evitam a perda rápida das borbuhas.

O ápice: uma adega para chamar de sua

Ter uma adega climatizada em casa é o sonho de consumo de 10 entre 10 amantes de um bom vinho. Imagine ter uma adega climatizada com um sistema eletrônico termoelétricosilencioso e com vibração zero!? O resultado é uma estável e gradual alteração de temperatura, evitando o impacto térmico sobre o vinho. Com opções para 8 ou 12 garrafas,Adega Climatizada Gallant Milano é a opção ideal para você mergulhar definitivamente no universo dos vinhos. Descubra o melhor em adegas com Gallant e WebContinental!

Powered by themekiller.com anime4online.com animextoon.com